História Estatuto Regimento Interno Obrigações / Regime Fiscal Legislação Orquidófila Diretoria Atual Sócios Eventos e Exposições Fotos Links Úteis Contato
História

Antes mesmo da fundação da ACAO - Agremiação Catharinense de Amadores de Orquídeas, uma dezena de colecionadores já se reuniam na sede da Harmonia Lyra, todos os domingos a fim de conversar, beber algumas cervejas e discutir sobre o cultivo das orquídeas e assuntos diversos.
Em decorrência de desacordos entre alguns membros da equipe que seria responsável da realização da terceira EFA no ano de 1938, resolveu-se criar uma associação que teria a responsabilidade de exposição de orquídeas, para tanto no dia 19 de julho de 1938 em reunião realizada na sede da Harmonia Lyra, nascia a ACAO, com a liderança de Adalberto Schmalz e Norberto Bachmann, apoiados por Sergio Vieira, Dr. Horst E. Wetzel, Rolf Luiz Wetzel, Walter Brand e Otto Niemeyer.
Em 1949, em assembléia geral a ACAO teve o nome alterado para AJAO - Agremiação Joinvilense de Amadores de Orquídeas, já que os associados eram todos de Joinville.
Nesta época era comum as excursões a matas com o objetivos de coletar plantas e muitas destas ainda figuram em coleções até os dias atuais.
Já em 1959, os desentendimentos entre idealizadores da EFA e sócios da AJAO, as vésperas da realização da 22ª. exposição resultou na ruptura definitiva de uma parceria de mais de duas décadas de existência. A partir daí, EFA e AJAO passaram a realizar suas exposições de forma independente uma da outra, ambas disputando a mesma numeração da edição da festa.
Ao longo dos anos 60 a AJAO tornava famosas as exposições que realizava na sede da Sociedade Ginástica de Joinville. Na mesma década decidiu-se que a Agremiação deveria ter sua sede própria e o então presidente Sr. Paulo Ewald conseguiu do Prefeito Municipal Sr. Helmut Fallgatter a doação de extensa área no centro da cidade junto ao morro da Boa Vista, terreno este que deveria abrigar o horto florestal e jardim botânico. Na Rua Saguaçú numa área pouco menor deveria ser construída a sede social.
Com doações dos associados, do governo municipal e estadual e de recursos provenientes de promoções ergueu-se a tão sonhada sede que as vésperas de sua inauguração a construção desabou, a reconstrução só viria a ficar pronta em julho de 1967.
A partir de 1967 as esposas dos orquidófilos que tanto se dedicavam a ornamentação das exposições e no convívio com as plantas, idealizado pela Senhora Norma Meier, criaram a nova tradição, o Café das Senhoras, onde se reúnem uma vez por mês para um tira gosto, evento este que acontece até hoje.
Resistindo a passagem do tempo também os encontros dominicais que tem seu inicio desde antes da fundação da AJAO o costume foi passando de geração a geração dentre os associados que ali discutem a respeito de plantas, cultivos e os seus orquidários.
Atualmente a AJAO é reconhecida como a mais antiga associação do gênero da América Latina, dispõe em seu quadro social colecionadores de toda região, realiza três exposições por ano, uma no mês de março em homenagem ao aniversário de Joinville, outra em setembro em alusão a Semana da Pátria e a principal que é a Festa das Flores realizada a mais de setenta anos no mês de novembro.

 

Todos os dtireitos reservados - Copyright 2013 - Desenvolvido por NTDS Web Studio